Cleyson Dellcorso

VIDA EXAMINADA – Uma vida mais suave

Vida Examinada

VIDA EXAMINADA

Ter uma VIDA EXAMINADA favorece que tenhamos uma vida mais suave.

“Não é o que acontece com você, mas como você reage a isso que importa.” – Epiteto

Criei o Projeto Vida Examinada, pois para mim, viver é um processo constante de aprender, fazer correções de rumo, mudar direções e desfrutar do crescimento e, para isso devemos examinar a nossa vida constantemente, percebê-la e conhecer a nós mesmos, cada vez mais.

A vida não examinada não vale a pena ser vivida pelo homem” frase atribuída a Sócrates e citada por Platão em sua Apologia.

Talvez não encontrar respostas de todos os meus questionamentos seja frustrante, mas o fato de ter a curiosidade em buscar respostas é estimulante e desafiador.

Marco Aurélio, Filosofo e imperador Romano em sua Meditações nos dá refúgio e uma maneira de avaliar a si mesmo e em nossa atitude perante a vida.

Pessoalmente, busco pistas em como examinar a minha vida bebendo na fonte de Sócrates, Platão, Marco Aurelio, Epiteto e Seneca, filósofos que há séculos vêm nos ensinando a arte de viver.

Todos passamos por situações desagradáveis em nossas vidas, mas aprendi que a maioria delas são causadas pelas expectativas que temos em ralação a pessoas ou a situações e, que nem sempre, não espelham o que havíamos imaginado. Isto nos traz um excelente aprendizado:

Não podemos controlar os eventos externos.

Ao contrário que muitas vezes julgamos, não podemos controlar eventos externos, porém, disto não tenho dúvidas, podemos controlar nossa atitude em determinada situação.

O neuropsiquiatra austríaco Viktor Frankl descreveu a sua experiência dramática em quatro campos de concentração nazistas, em seu best-seller internacional: Em Busca de Sentido e, nesta publicação faz uma afirmação valiosa que é fruto de sua experiencia durante a Segunda Guerra Mundial:

“Tudo pode ser tirado de um homem, mas uma coisa: a última das liberdades humanas – escolher sua atitude em qualquer conjunto de circunstâncias.” – Victor E. Frankl

Frankl acreditava que todos nós podemos mudar a nós mesmos se não pudermos mudar uma situação. Isso tornou seu tempo e sofrimento no campo de concentração não apenas suportável, mas também lhe deu esperança e determinação.

Como você reage aos eventos externos só depende de você. Pense nisso. Examine sua vida e observe se não está sofrendo por algo que está fora de sua alçada ou que não diga respeito a você.

Você não pode voltar atrás e mudar o começo, mas pode começar de onde está e mudar o final.” – CS Lewis

Lendo os filósofos citados aprendi também que:

Devo aprender a amar a mim mesmo

“Todos nós nos amamos mais do que as outras pessoas, mas nos importamos mais com a opinião delas do que com a nossa.” – Marco Aurélio

Somente na idade adulta consegui perceber que não podia controlar o que as outras pessoas pensavam de mim, mas que apenas dependia de mim como eu lidava com estas situações. Desde então percebi que ninguém recebeu meu alvará para controlar e direcionar minha vida. Minha vida é examinada apenas por mim que tem o controle de fazer os ajustes necessários.

Ao ter sua vida examinada, seja grato (a) por estar vivo (a). tenha gratidão por tudo, pois é ela que dá um verdadeiro reset em sua mente em momentos difíceis.

Para que o espírito possa ser ágil não deve carregar excesso de bagagem. Tudo o que for desnecessário, jogue fora.

“A riqueza não consiste em ter grandes posses, mas em ter poucas necessidades.” – Epiteto

Se você se concentrar no que já tem e não no que ainda deseja, ficará mais em paz. É sempre mais simples não querer mais do que se mexer, se preocupar e se perguntar como você pode realizar seus desejos. Somos “programados” para desejar mais e mais. Especialmente quando se trata de coisas materiais. É difícil, quase impossível se livrar disso.

Finalmente, minha sugestão é que viva no Momento Presente, conheça a si mesmo (a) e a melhor ferramenta para o autoconhecimento é a prática diária de meditação, pois é viver no momento presente que nos dá condições de ver as coisas como realmente são e não como fruto de nossa imaginação.

“Sofremos com mais frequência na imaginação do que na realidade.” – Sêneca

Peça mais auxílio aos Filósofos, por aqui

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.