Cleyson Dellcorso

Busque em você a solução para seus problemas

Nas sessões de aconselhamento ou mentoria filosófica nos pautamos nas mais diversas escolas filosóficas para auxiliar aos aconselhados na busca de sua própria resposta a um determinado questionamento, pois a essência das atividades está em devolver às pessoas comuns a introspecção filosófica – Uma prática usual dos seres humanos, porém abandonada ao longo dos anos.

Com bastante frequência o que traz o indivíduo para a mentoria filosófica é a busca da felicidade e, nestas situações, comumente são utilizadas a filosofia estoica ou a filosofia oriental e algumas vezes, ambas.

Se observarmos o mundo pelas nossas vidraças veremos que o mundo está infeliz, está infeliz pela falta de compaixão, pelos egos soberbos, pelo desejo em possuir aquilo de que não precisamos, além de tantas outras causas.

O objetivo do homem é ser feliz e, estas causas dificultam que atinja o objetivo almejado

Em um trabalho de mentoria filosófica, uma condição para o diálogo é aberta e através da interação com o mentor que se baseia nas escolas filosóficas, como se fosse um parto, faz com que um novo entendimento da realidade venha à tona, fazendo com que o aconselhado encontre a sua própria solução, sempre baseada em sua própria filosofia de vida. Em outras palavras, o mentor auxilia o aconselhado a desenvolver seu pensamento crítico e ver as coisas como realmente são e conforme a sua visão de mundo.

As pessoas perseguem riquezas, fama, posses – todas as coisas boas, quando perseguidas adequadamente – mas o problema é quando vinculam a sua felicidade à obtenção dessas coisas. Enquanto não as tiver, não será verdadeiramente feliz – e apenas porque se fez acreditar que este é o caminho

Todas essas coisas podem ser tiradas em um instante. E tudo o que resta é você mesmo. Qual é, então, o verdadeiro lugar para construir as bases da felicidade?

Neste mundo de distrações, de prazeres materiais e ilusões do que realmente é a vida boa, lembre-se de que a felicidade duradoura é algo que você possui independentemente de suas circunstâncias.

Através do diálogo entre conselheiro filosófico e aconselhado, o reconhecimento das causas que dificultam chegar a uma vida feliz surge naturalmente. O aconselhado ressignifica seu modo de pensar.

O interessante é que cada aconselhado encontra uma solução e um entendimento diferente que não depende do mentor, mas de sua própria filosofia de vida.

Não soframos a infelicidade com nossas próprias mentalidades pobres. Em vez disso, busquemos a sabedoria e cultivemos o caráter que obtém contentamento de dentro.

Quando fizermos isso, a vida será mais plena e tudo o que nos propusemos a fazer brilhará ainda mais. Pois quando você está feliz antes de atingir um objetivo, tanto mais esse objetivo será atraído para você.

O sucesso, a boa vida, tudo isso flui para aquele que é o primeiro bom em mente, corpo e alma.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.