Cleyson Dellcorso

A pergunta de 1 milhão de dólares

Uma pergunta de US$ 1 Milhão

“No seu último dia na Terra, a pessoa que você se tornou vai encontrar a pessoa que você poderia ter se tornado” (anônimo)

Muitas pessoas chamam este momento fictício como o pior de toda a vida.

Imagine estar frente a frente com aquele que poderia ter se tornado, caso tivesse feito a famosa pergunta de U$ 1 milhão. Deve ser um momento difícil, que se torna pior por não sobrar tempo para corrigir a situação.

Não importa o quanto tempo ainda tenha de vida, o importante é que tenha a resposta à pergunta de US$ 1 milhão.

Sente em um lugar tranquilo, respire lentamente 3 vezes, só preste atenção em sua respiração. Quando se sentir perfeitamente tranquilo (a) responda a esta pergunta:

O que eu faria se soubesse administrar o medo?

Quando encontrar a resposta, terá respondido a pergunta de US$ 1 milhão.

Poucas pessoas percebem como esta é uma questão fundamental, principalmente por não terem a consciência que o medo as faz andar em círculos quando não, fazendo muita movimentação, mas sem sair do lugar.

Acreditar em si próprio e vencer a barreira do medo é o que leva as pessoas ao sucesso.

O medo desempenha um papel importante na vida de quase todas as pessoas. Infelizmente, para muitos, a dor emocional do passado impulsiona esses medos. Por causa disso, a maioria de nós faz o que for preciso para evitar essas situações no futuro, e isso pode ter um grande impacto em nossas ações.

Você tem medo de convidar alguém para sair por medo da rejeição? Você está insatisfeito com seu trabalho atual, mas tem medo de mudanças? Nos momentos em que está só você sonha com grandes realizações, mas está deixando seus sonhos escaparem por entre os dedos porque tem medo do fracasso?

O que eu faria se soubesse administrar o medo?

O medo parece estar presente sem que tenhamos a real percepção de sua existência.

Em família, você evita conversas desagradáveis por medo do que possam dizer? No trabalho, você evita conversas difíceis para evitar confrontos? Quando pretende ser você mesmo, agir como gostaria, sem prejudicar ninguém, mas viver a seu modo. Imediatamente vem a frase à sua cabeça: o que eles vão pensar de mim? Todas estas situações têm em seu interior um medo camuflado.

Ao dizer às pessoas como se sente, você pode encontrar o parceiro dos seus sonhos. Ao entender a sua ansiedade em vez de evitá-la, você pode perceber que ela não é tão assustadora quanto você pensava que seria. Por ter conversas difíceis com pessoas próximas, você pode salvar seu relacionamento ou conseguir a tão sonhada promoção. E ao abraçar o fracasso e disparar para as estrelas, você pode viver a vida dos seus sonhos.

As melhores coisas da vida costumam estar do outro lado do medo. É aí que reside a verdadeira liberdade: em nossos desafios, nossas vulnerabilidades, nossas lutas e nossos medos. Se você quiser aproveitar ao máximo a vida, precisa se perguntar o que faria se não tivesse medo? Só assim encontraria um caminho para a verdadeira felicidade.

O que você faria se tivesse uma segunda chance na vida?

Não seria este o momento e aproveitar esta chance?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.